S.O.S desidratação: Como prevenir em dias muito quentes

S.O.S desidratação: Como prevenir em dias muito quentes

Passar o verão na cidade tem suas vantagens: menos trânsito, assentos livres no transporte público, menos fila e esperar em muitos lugares. Mas em contrapartida temos o desafio de suportar as temperaturas cada vez mais altas.

Não se trata somente da sensação de calor, mas também dos problemas de saúde que podem trazer o verão: golpes de calor, queimaduras solares e a desidratação.

Neste último se aprofundou o Dr. Eduardo Garcia Espina, chefe de emergências da Clínica Zabala e aqui te contamos o que ele nos disse:

Sinais de desidratação

Cada vez que urinamos, transpiramos e inclusive respiramos, perdemos líquido que necessitamos repor.

Quando a perda de água em nosso corpo supera a quantidade que ingerimos, nosso corpo ativa alguns alarmes que nos lembram da necessidade de mantê-lo hidratado e os sintomas de desidratação são:

– Sede;
– Secura nas mucosas;
– Dores de cabeça;
– Fraqueza;
– Fadiga;
– Náuseas;
– urina concentrada e de cor escura.

Como evitar a desidratação

Os problemas de saúde vinculados a desidratação podem ocorrer em todas as idades e por isso ninguém está isento.

A chave está em incorporar o hábito de beber suficiente de líquido, realizar tomada de consciência e gerar alarmes mentais. Mas fique de olho pois segundo o especialista tomar muita água é tão ruim quanto tomar pouca água.

5 formas de ingerir mais água sem ter que bebe-la

No caso de pessoas que não gostam muito de consumir água ou simplesmente se esquecem da necessidade, dê uma olhada em nosso link abaixo que trás a dica de 5 alimentos que são ricos em água e que te ajudam a complementar essa dose de água diária que todos necessitamos consumir.

5 formas de ingerir mais água sem ter que bebe-la

Quanto de água convém tomar?

Uma pessoa de aproximadamente 70 Kg, o ideal seria consumir em torno de 2 litros por dia. Além disso, o expert sugere que evite consumir bebidas com cafeína, álcool e realiar atividade física de alta intensidade em horários de pico de calor.

De qualquer maneira, para os jovens o melhor indicador de que é o momento para ingerir líquido é a própria sede. Mas no caso de crianças e idosos precisam de um certo reforço para evitar a desidratação.

Em caso de crianças, quando está realizando atividade em dias calorosos se recomenda que tome água a cada 15 minutos.

No caso de gestantes, o indicado é consumir 2,5 litros de água no primeiro trimestre da gestação, e durante o segundo e terceiro e o período de lactação, 3 litros diários.

É fundamental consumir frequentemente água e em casos severos, também se recomenda o consumo de soluções hidratantes ricas em glicose e minerais que devem ser indicadas por um médico.

Com esses conselhos podemos passar por qualquer temperatura que o verão nos dê. E você costuma ter uma garrafinha de água sempre a mão? Nos conte através dos comentários!

Este artigo te ajudou?
  • +6 curtiram
  • -1 não curtiram