Alimentos afrodisíacos

Alimentos afrodisíacos

– Chocolate

A feniletilamina ou “droga do amor” é um estimulante natural encontrado no chocolate, que estimula a liberação de serotonina no cérebro, o que provoca uma sensação de conforto e relaxamento que nos predispõe para um sexo mais satisfatório. Seus efeitos se manifestam a nível cerebral e não fisiológico, por isso, há um debate sobre a possibilidade de considera-lo um alimento afrodisíaco.

– Ginseng

De acordo com um estudo da Universidade de Guelph (Canadá), o ginseng, o açafrão e ioimbina são os melhores afrodisíacos naturais. Os efeitos destas especiarias, ao contrário de chocolate ou do vinho, se produzem a nível fisiológico, sobre os organismos envolvidos no ato sexual, e não no cérebro. Portanto, seu consumo traz uma melhora da ereção e alterações hormonais, aumento do fluxo sanguíneo e relaxamento do músculo liso cavernoso.

– Canela

A canela é a especiaria mais popular entre os alimentos afrodisíacos. Sua fama se deve principalmente ao uso tradicional para essa finalidade e seu perfume inebriante. De acordo com um estudo publicado no Journal of Agricultural and Food Chemistry, ao inalar este condimento aspiramos linalol, uma substância que restabelece os níveis elevados de neutrófilos e linfócitos, que reduz o estresse e a depressão. Mas não há nada conclusivo sobre os seus efeitos libidinosos.

– Melancia

Os cientistas na Universidade do Texas (EUA), afirmam que a melancia tem propriedades afrodisíacas devido a citrulina presente na sua casca. Quando ingerida, é convertida pelo corpo em um aminoácido chamado arginina, que estimula a produção de óxido nítrico e relaxa os vasos sanguíneos da mesma forma que fazem as substâncias sintéticas como o viagra.

– Ostras

O consumo de ostras está relacionado com certos neurotransmissores que podem favorecer a formação de hormônios sexuais, mas não há nenhum estudo científico que confirma um efeito afrodisíaco claro. As propriedades estimulantes atribuídas a este molusco é devido em grande parte à sua semelhança com o órgão sexual feminino do que as substâncias liberadas em seu consumo. O mesmo vale para outros alimentos que se assemelham a genitália masculina como aspargos, pepino ou banana.

– Yarsagumba

O Yarsagumba é um fungo conhecido como “Viagra do Himalaia”, que se desenvolve em larvas da mariposa morcego e os ataca até mumificá-los. Durante o inverno, o fungo permanece enterrado e escondido, mas o derretimento do gelo nos primeiros meses de verão permite a sua coleta. Embora seus efeitos medicinais e afrodisíacos não foram testadas cientificamente, o Yarsagumba está em grande demanda devido a popularidade da medicina tradicional chinesa.

– Romã

De acordo com um estudo recente da Queen Margaret University, em Edimburgo (Reino Unido), beber um copo diário de suco de romã produz efeitos similares aos do viagra. Pesquisadores descobriram que beber um copo suco desta fruta todos os dias durante duas semanas produziu um aumento nos níveis de testosterona em até 30%, levando a um aumento do desejo sexual em homens e mulheres. O consumo desta bebida também reduz o estresse.

Este artigo te ajudou?
  • +11 curtiram
  • -1 não curtiram