Benefícios e contraindicações do gengibre

Benefícios e contraindicações do gengibre

O gengibre é usado em várias receitas, pois possui um aroma e um sabor muito agradável. Ele tem uma longa história na medicina alternativa, vários remédios naturais são feitos com essa raiz devido ao seus inúmeros benefícios.

Hoje, você vai aprender um pouco mais sobre o gengibre, conhecer suas propriedades e seus benefícios para a saúde.

O que é o gengibre?

O gengibre é uma raiz utilizada na China e Índia há milhares de anos devido às suas poderosas propriedades de cura. Atualmente, é comum em todo mundo e pode ser cultivado em diversas outras regiões e países como o Brasil.

Nutrientes do gengibre

gengibre-3

O gengibre possui uma substância chamada gingerol, é rico em propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias que protegem o organismo de bactérias e fungos. Essa substância (gingerol) é responsável pelo sabor picante da raiz.

Ele também é rico em substâncias termogênicas que aceleram o metabolismo do organismo e potencializam a queima de gordura corporal.

Ele é composto por vitamina B6, potássio, magnésio e cobre, mas apesar disso, não é recomendado consumi-lo em grandes quantidades, pois ser uma raiz muito forte, basta pequenas quantidades dela no chá ou em outras receitas para dar sabor aos pratos e também transmitir suas propriedades.

Contraindicações e riscos de consumir

O gengibre pode ser consumido pela maioria das pessoas. Mas para as gestantes, os efeitos do consumo do gengibre é algo incerto. Alguns especialistas dizem que ele pode afetar os hormônios sexuais do feto e até favorecer um aborto. Só que alguns estudos mostraram que o risco de má formação no feto das mulheres que consumiam o gengibre não apresentou nenhuma alteração.

Os alimentos termogênicos, como o gengibre, não são recomendados para quem tem hipertireoidismo, pois o metabolismo dessas pessoas já é acelerado, por isso o consumo desses alimentos pode causar a perda de massa muscular. Além disso, as crianças, gestantes, pessoas com cardiopatias, enxaqueca, úlcera e alergias não podem consumir os alimentos termogênicos abusivamente, pois eles podem aumentar a pressão arterial, hipoglicemia, causar insônia, nervosismo e taquicardia.

O gengibre pode causar hemorragias e, por isso, as pessoas que tem distúrbios hemorrágicos devem evitar o consumo desse alimento.

A raiz de gengibre também piora os casos de doenças cardíacas, por isso não deve ser consumido por pessoas que tenham problemas no coração.

Benefícios do gengibre

gengibre-2

– O gengibre é muito bom para combater e prevenir náuseas, o excluindo em casos de gravidez para não ocorrer o risco de aborto;

– O chá de gengibre foi testado por várias mulheres, e as dores menstruais foram aliviadas rapidamente;

– As suas propriedades anti-inflamatórias reduziram a dor da artrite reumatoide;

– Estimula a digestão e ajuda a aliviar as dores no estômago causadas por gases;

– Recentemente, alguns cientistas descobriram que o gengibre ajuda a combater as enxaquecas;

– É altamente recomendado para quem tem problemas circulatórios, uma vez que estimula e melhora a circulação sanguínea.

Você pode ter uma pele radiante com a ajuda dessa raiz

Que mulher não quer ter uma pele maravilhosa? E embora muitas não saibam (inclusive você eu acho) você pode obter uma ajudinha dessa raiz que lhe falamos hoje. Na matéria do link a seguir, descubra como o gengibre te ajuda a ter uma pele tesa e radiante.

LINK:- Gengibre e seus benefícios para uma pele radiante

É muito importante que você fique sempre atento à quantidade de gengibre que consome diariamente, não ultrapasse 4 gramas por dia. Se exceder esse limite, você pode ter ulceras e gastrite. E não se esqueça de se consultar com o seu médico antes de tomar como tratamento qualquer alimento do tipo “remédio natural”, pois embora seja benéfico seu uso errado pode trazer problemas como os mencionados acima.

Este artigo te ajudou?
  • +1699 curtiram
  • -1109 não curtiram