Congorosa a planta com o poder digestivo natural

Congorosa a planta com o poder digestivo natural

Originária da América do Sul, a congorosa pertence à família de Celasteraceae e também é conhecida por concorosa, Molle Espinhosa ou Maiteno. Ela cresce em climas subtropicais e temperados, e pode alcançar até cinco metros de altura. Se utiliza cascas, folhas e raízes para obter suas propriedades curativas.

Tem poder diurético, anti-séptico, afrodisíaco, anti-sépticas, antibacterianas e analgésicas.

As folhas e o tronco preparados em cozimento e adicionados em um chá ou chimarrão são usados ​​na Argentina, em casos de úlceras sangrentas, pressão alta, dor nas articulações, e para facilitar a salivação, asma e também como antitumoral. O cozimento da raíz é recomendada como um diurético. No Paraguai as folhas e casca são cozinhadas e usadas como um contraceptivo e emenagogo. Em caso de câncer cozinhar a casca da raiz e adicionar e tomar via oral. Todos as receitas acima devem ser adicionadas em um chá ou chimarrão.

No Brasil é usado para combater gastrite, dispepsia e úlceras gástricas, como antiasmático, contraceptivo, dor ciática e como antitumoral. O chá das folhas como a cicatrização e para uso externo anti-séptico, especialmente nos casos de acne e eczema. Como cataplasma também é recomendado em casos de câncer de pele. Para uso interno, também é recomendado em casos de álcoolismo a uma taxa de um litro por dia durante um mês. No Uruguai é usado como eupéptico, antiespasmódico, adstringente, anti-asmática, emenagogo e anticoncepcionais. Para uso externo, como um anti-séptico e vulnerário.

Antiácido Natural

Uma de suas propriedades mais importantes é agir como um antiácido potente, seu extrato aquoso neutraliza o ácido do estômago. Por isso, também é usado como antiespasmódica para controlar as contrações do estômago. As folhas da planta são utilizadas em especial e com muito sucesso para o tratamento de gastrite e úlcera gástrica. Isso ajuda a regular a produção de ácido clorídrico pelo estômago e é muito útil para o tratamento de úlceras de origem nervosa e também tem atividade de cura de úlceras estomacais.

Fato interessante: As folhas têm sido usadas durante séculos por populações indígenas e não-indígenas em forma de chá para se acasalarem. Curiosamente, na antiguidade era comum que a erva continha 10-15% de folhas congorosa, o que ajudou a evitar azia e gastrite o chá cuasava em algumas pessoas. No entanto, apesar do efeito terapêutico positivo, isso significava várias fontes são apresentadas sob o rótulo negativo de “adulteração” da erva-mate. Infelizmente (para quem sofre de azia), a erva que consumimos hoje não é mais “adulterado” com folhas de congorosa.

Outras ajudas da planta

As folhas desta planta atuam como um tranquilizante (sem sedação), com uma eficiência similar a morfina. Essa dor pode ter origem a partir de úlceras gástricas ou de garganta.

Ela é utilizada como um purificador, uma vez que serve para limpar o sangue de uma série de resíduos. Especialmente as pessoas que estão deixando ou deixou o álcool ou tabaco, uma vez que o congorosa ajuda a limpar os resíduos resultantes de seu consumo.

Elas também são usadas ​​para tratar distúrbios brônquios, asma e bronquite. Para reduzir as cólicas, esta erva pode ser utilizada com resultados eficazes.

Desde 1970, esta planta é estudada para o tratamento de problemas como câncer e balsâmico anti-tumor. Em algumas mulheres esta planta é usada para reduzir a fertilidade.

Seu uso não é recomendado em mulheres grávidas, crianças e lactantes. De qualquer forma, todas as perguntas que você tem sobre o uso e as limitações da planta deve verificar com o seu médico.

Este artigo te ajudou?
  • +11 curtiram
  • -1 não curtiram