11 Superalimentos descobertos em 2016

11 Superalimentos descobertos em 2016

Dê um impulso a sua saúde com esses superalimentos!

A cada ano a ciência em nutrição nos surpreende com superalimentos novos que recomendam incorporar a nossa dieta para dar um impulso na nossa saúde.

O que recomendaram esse ano? Uma série de superalimentos conhecidos como os cogumelos e as algas, assim como coisas menos comuns como o teff e o nabo.

Feijão preto

superalimentos 1

Esse grão poderoso está repleto de minerais e vitaminas, e também possui uma quantidade de proteínas significativas.

O melhor é que os feijões pretos podem ser usados em diversas receitas, desde burritos até brownies.

Algas marinhas

superalimentos 2

Este superalimento que contém mais vitamina C que uma laranja além de uma boa quantidade de cálcio. Além disso, as algas contam com propriedades antivirais, anti-bacterianas e anti-inflamatórias.

Cogumelos

superalimentos 3

Os humildes cogumelos estão a ponto de entrar no centro das atenções. Eles são ricos em vitamina D e estão sendo elogiados como uma forma de agregar sabor aos alimentos no lugar do sal, que eleva a pressão sanguínea.

Óleo de abacate

superalimentos 4

O óleo de coco está perdendo sua cora esse ano para ser substituído pelo óleo de abacate. Esse azeite é rico em ácido oleico monoinsaturado, um ácido graxo saudável para o coração.

Proteína de origem vegetal

superalimentos 5

Essa é uma boa notícia para os vegetarianos, já que encontrarão mais alimentos que aportem proteínas de origem vegetal, como lentilhas, feijões e amendoins. Todos esses alimentos estão se convertendo em alternativas baratas e populares para se consumir proteínas.

Grãos germinados

superalimentos 6

Os grãos germinados estão cheios de nutrientes essenciais, incluindo as vitaminas do complexo B, vitamina C, ácido fólico, fibras e aminoácidos essenciais.

Nabo

superalimentos 7

O nabo é uma fonte excepcionalmente rico em vitamina C, que é vital para a saúde do tecido conectivo, dentes e gengivas além de fortalecer a imunidade.

Teff

superalimentos 8

O teff chega para destronar a quinoa. Se trata de umas pequenas sementes livres de glúten procedentes da Etiópia, que são ricas em ácidos, cálcio, proteínas e aminoácidos.

O teff pode ser incorporado como substituto a qualquer receita a base de farinha de trigo; se pode usar para fazer qualquer coisa, desde pizza até waffles.

Arroz preto

superalimentos 9

Sabia que o arroz preto está repleto de antioxidantes, vitamina B1 e mais fibra que qualquer arroz branco? Além disso possui um delicado sabor e textura única.

Chouriço

superalimentos 10

Embora pareça ser difícil de acreditar, o chouriço é uma super-estrela esse ano, já que está cheio de proteínas e praticamente livre de carboidratos. Também é rico em ferro e zinco, dois dos minerais que faltam nas dietas modernas.

Farinha de batata

superalimentos 11

Sem glúten e cheia de todos os benefícios da batata, também conhecida como boniato, a farinha de batata doce mantém muito bem a umidade, adiciona riqueza de sabor e aporta um ligeiro sabor doce a qualquer receita.

Qual desses superalimentos você mais gosta? Comente, ficaremos felizes em ver seu feedback.

Este artigo te ajudou?
  • +2 curtiram
  • 0 não curtiram